Museu Casa Histórica de Alcântara completa 15 anos

publicado: 08/11/2019 21h52, última modificação: 08/11/2019 21h59
Equipe do Museu Casa Histórica de Alcântara

O Museu Casa Histórica de Alcântara, unidade vinculada ao Instituto Brasileiro de Museus, completa, no dia 08 de novembro, 15 anos de funcionamento. A trajetória do museu se inicia em 1986, ano em que ocorreu o processo de desapropriação do imóvel e do acervo pela União por ser considerado de grande valor histórico e artístico.

A partir de 1990 iniciou-se o processo de restauração e adaptação do sobrado com o objetivo de abrigar o Museu da Cidade e, já no ano de 2004, o museu foi inaugurado em junho com a visita do então ministro da cultura Gilberto Gil contextualizando uma casa de época narrando a história dos antigos moradores: primeiramente os Barões de São Bento e por último a família Guimarães com foco nas mudanças sociais, políticas e econômicas tanto da família quanto da cidade. Em 08 de novembro do mesmo ano o museu abriu as portas para o mundo.

Localizado na esquina da Praça da Matriz, o Sobrado nº 07 é um exemplo da arquitetura colonial alcantarense pertencente a uma aristocracia rural escravocrata consolidada na era Pombalina e com forte atividade agrária movimentada por meio da Companhia de Comércio Grão Para e Maranhão durante a segunda metade do século XVIII.

Desde a sua abertura o museu fechou por duas vezes para a realização de obras de manutenção e em 2008 o Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN com o objetivo de ampliar as instalações do atual museu adquiriu o sobrado nº 15 contiguo ao de nº 07.

Em 2017 houve a contratação do Projeto Arquitetônico e Expográfico integrando os dois sobrados em uma nova narrativa histórica, abordando temas em uma linha do tempo partindo do período Cretáceo até a era Espacial. A proposta é deixar de ser o Museu Casa Histórica/MCHA para assumir à identidade para o qual foi criado: tornar-se o Museu da Cidade, com o nome de Museu de Alcântara/MUSA, com previsão de entrega à população em 2021.

No decorrer destes 15 anos o museu se tornou um referencial de visitação tanto para o público externo quanto para o local, através da realização de ações sociais, educativas, culturais e por meio do fortalecimento de parcerias com instituições públicas e privadas.